Translate

sexta-feira, 22 de junho de 2012

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Material para a 3º Aula


3ª. AULA
TEMA: SANTIFICAÇÃO
ASSUNTO: As armas que Davi usou para vencer o gigante que atacava pela manhã e à tarde
TEXTO: I Samuel capítulos 16 e 17
Data: 24/06/2012

INTRODUÇÃO
Na aula passada estudamos as qualidades de Davi, ou seja, os frutos do Espírito que se manifestavam na vida de Davi e que Deus viu no seu interior e mandou Samuel ungi-lo rei, pois ele era um homem segundo o coração de Deus: “Sabe tocar, é valente, e animoso, e homem de guerra, e sisudo em palavras, e de gentil presença; o Senhor é com ele”.
Aprendemos o que cada uma dessas qualidades representava para ele: Ser vitorioso em tudo.

DESENVOLVIMENTO
Davi servia ao rei Saul, tocando a harpa toda vez que o mau espírito vinha sobre ele. Deus já estava provando-o e movendo todas as coisas para que ele se aproximasse do reino. Agora mostraria ao povo que, além de tocar bem, era também um guerreiro.
Naquele momento o povo de Israel estava em guerra com os filisteus. Em um monte, de um lado estavam os israelitas e num outro monte, do outro lado, os filisteus e o vale entre eles.
            I Samuel 17:4-8: “Então saiu do arraial dos filisteus um homem guerreiro, cujo nome era Golias, de Gate, que tinha de altura seis côvados e um palmo. E parou, e clamou às companhias de Israel, e disse-lhes: ‘Para que saireis a ordenar a batalha? Não sou eu filisteu e vós servos de Saul? Escolhei dentre vós um homem que desça a mim”.
Golias desafiava o povo pela manhã, no começo do dia, e à tarde.
Por 40 dias desafiou os exércitos de Israel.
Jessé disse ao seu filho Davi: “… Toma, peço-te, para teus irmãos um efa deste grão tostado e estes dez pães, e corre a levá-los ao arraial, a teus irmãos. (…) e visitarás a teus irmãos, a ver se vão bem; …I Sm 17:17-18.
Chegando Davi ao campo de batalha ouviu Golias desafiando o povo: “… Hoje desafio as companhias de Israel, dizendo: Dai-me um homem, para que ambos pelejemos”. I Sm 17:10.
Davi ouve e diz: “… Quem é, pois, este incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?” I Sm 17:26 b.
Davi apresentou-se a Saul e disse que ele iria à peleja: “Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá, e pelejará contra este filisteu”. I Sm 17:32.

Quando Saul viu aquele rapaz tão jovem disse que ele não poderia ir à peleja porque era muito moço e Golias era um guerreiro desde a mocidade. Mas Davi contou a sua experiência:
I Sm 17:34-35 – “Então disse Davi a Saul: Teu servo apascentava as ovelhas de seu pai; e quando vinha um leão e um urso, e tomava uma ovelha do rebanho, eu saia após ele e o feria, e livrava-a da sua boca; e, quando ele se levantava contra mim, lançava-lhe mão da barba, e o feria e o matava”.
A batalha seria decidida somente entre Davi e o gigante. Aquele que fosse vencido teria a sua nação escravizada pela nação do vencedor.
Assim acontece quando adoramos os ídolos deste mundo. Somos escravizados pelo mundo. Golias representa a carne, a carne representa a nossa vontade. Adoramos tanto a nós mesmos que podemos abrir mão do nosso tempo para várias coisas, mas para adorar ao Senhor nos cultos, ajoelhar 10 minutos para orar, é muito tempo. Assim funciona a nossa mente. Fazemos aquilo que queremos. Acordamos cedo para os nossos interesses, mas se estiver fora deles, ah! Que sacrifício! Mas quando conseguimos derrotar a nossa carne, como Davi fez com o gigante, somos vencedores.

COMO DAVI ENFRENTOU AQUELE GIGANTE?
Saul vestiu a Davi de suas vestes, pôs-lhe sobre a cabeça um capacete de bronze e o vestiu de uma couraça, mas Davi tirou aquilo de sobre si porque não conseguia se movimentar bem. (1 Samuel 17:38). Ele foi ao campo de combate usando a sua roupa de pastor, com um cajado na mão, uma funda e um alforje com cinco pedras que ele pegou no ribeiro.
Colocou uma pedra na sua funda, girou, girou, girou e lançou a pedra, que atingiu a testa do gigante. O gigante caiu ao chão e, com uma espada, Davi tirou-lhe a cabeça.

AS LIÇÕES QUE TIRAMOS DESSE ATO DE DAVI PARA VENCERMOS O GIGANTE NOS NOSSOS DIAS:
Davi venceu Golias por que:
·         Primeiro: Ele foi em nome do Senhor dos Exércitos;
·         Segundo: Saul vestiu-lhe suas vestes, mas ele não quis. Eram pesadas, atrapalhavam os seus movimentos. A veste do espírito é leve, traz leveza à alma.
·         Terceiro: Usou armas espirituais:
Cajado na mão – direção do Espírito Santo (quer dizer ordem do Senhor dada no corpo de Cristo, que é a sua igreja). Não foi conselho de colega, de professor moderno, de mensagens advindas de sites, etc.;
Funda – Poder do Espírito para atingir à distância;
Alforje – o coração do homem;
Pedras do ribeiro – Ribeiro – Espírito Santo; As pedras – os elementos da vitória: meios de graça – oração, jejum, madrugada, palavra, louvor.
Uma pedra lançada na testa do gigante – A palavra revelada que atinge a mente e liberta, aniquila os pensamentos, sentimentos que a atormentam e que levam o servo de Deus para caminhos de morte.
E a espada do juízo de Deus que decepou a cabeça do gigante, que é a Palavra de Deus, as suas promessas, seus ensinamentos que nos garantem andar no caminho para alcançarmos o nosso objetivo final: A vida eterna com Jesus (Atenção: Não falar este item para as criancinhas).

COMO ESTAR PREPARADOS PARA ENFRENTAR O GIGANTE QUE NOS DESAFIA DE MANHÃ E À TARDE?
Assim como os exércitos de Israel foram desafiados por Golias de manhã e à tarde, nós, como servos do Deus dos Exércitos, somos desafiados em todo o tempo, mas conhecemos as armas espirituais que Davi usou para vencer o gigante.
O mundo, a nossa própria carne (vontade), os ídolos, as festas pagãs, nos desafiam com as suas mentiras, atividades (jogos, filmes, programas impróprios, internet mal utilizada, facebook o dia todo, novas descobertas). E o que vamos fazer diante disso tudo? Como vencer?
O Gigante desafiava os exércitos de Israel de manhã e à tarde. Nós, como servos do Senhor, devemos usar as armas de Davi – os meios de graça – e vigiarmos sempre: De manhã, de tarde e à noite:
De manhã – O início de um novo dia. O que este dia tem para mim (Desafios, escolhas, decisões)? Como vencê-los? Como vencer a carne?
À tarde – Experiências vividas durante a nossa vida, nosso dia a dia. À tarde Jesus morreu para nos redimir dos nossos pecados. E as nossas experiências diárias, o que aprendemos, devem ser experiências que nos levam às vitórias, seja na escola, em casa, no nosso futuro.
À noite – Momento de trevas, nos fala também do dia do hoje e nós devemos estar com as nossas candeias acesas, para que o noivo nos identifique. Jesus vai voltar.
Uma vez ouvi um servo de Deus falando para uma pessoa que ele estava evangelizando e essa palavra eu nunca mais esqueci. Ele disse: “O que adianta passarmos umas horas aproveitando os prazeres da vida, da carne, e passarmos a eternidade no inferno?”
É preciso estar durante todo o tempo vigiando: De dia, à tarde e à noite, para fazermos escolhas que nos conduzam sempre ao caminho que nos levará à eternidade.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

quarta-feira, 13 de junho de 2012

2º AULA SANTIFICAÇÃO


APSJ
Segue material de apoio para a aula do próximo domingo, breve postarei os slides.
Uma boa aula a Todos, e que o Senhor nos abençoe!!!
Retirado do site: Satélite Maranata


2ª. AULA
TEMA: SANTIFICAÇÃO
ASSUNTO: Santificação na vida de Davi
TEXTO: I Samuel capítulo 16:18

I Samuel 16:18-  “… Eis que tenho visto a um filho de Jessé, o belemita, que sabe tocar e é valente e animoso, e homem de guerra, e sisudo em palavras, e de gentil presença; o Senhor é com ele”.

INTRODUÇÃO

Na aula passada nós aprendemos sobre alguns inimigos da vinha:
  • Acabe – tipo do adversário
  • Nabote – como herdeiro, é tipo do Senhor Jesus e nós, herdeiros com ele.
  • A raposa – o pecado da desobediência, a idolatria,
  • As raposinhas – que fazem mal à vinha que está em flor (sentimentos, pensamentos que são ocultos, atitudes que se deixarmos entrar na nossa vida, nos destroem).
  • A vinha – Igreja de Jesus,

 Agora vamos conhecer como Davi venceu um adversário muito forte -  um gigante.

DESENVOLVIMENTO DA SEGUNDA AULA

Nos já conhecemos a história de Davi e vamos recordar rapidamente alguns pontos importantes de sua vida:
  • Davi viveu nos tempos do reinado do rei Saul que foi um rei desobediente;
  • Era pastor de ovelhas;
  • Deus manda Samuel ungir um novo rei, no lugar de Saul, e que fosse procurar entre os filhos de Jessé;

Davi era o mais novo da casa de seu pai e dentre oito filhos de Jessé, Davi foi escolhido para ser rei no lugar de Saul,  não segundo o coração do homem, do povo, mas segundo o coração de Deus porque Deus não vê a aparência, mas vê o interior.  Como Deus viu o interior de Davi? Através do seu modo de agir, seus pensamentos, seus sentimentos.

DEUS MANDA SAMUEL UNGIR A DAVI

            I Sm 16:1 – “Então Samuel tomou o chifre do azeite, e ungiu-o no meio de seus irmãos; e desde aquele dia em diante o Espírito do Senhor se apoderou de Davi; então Samuel se levantou, e voltou a Rama”.
Davi foi ungido rei, mas não mudou o seu comportamento, não se tornou orgulhoso,  sentindo-se rei, querendo mandar em todo mundo, mas continuou a pastorear as ovelhas de seu pai e lá, junto com as ovelhas, Deus lhe ensinava a ser um homem nobre. Um homem que iria dirigir o seu povo com o mesmo zelo e humildade com que guiava aquelas ovelhas e lutava por elas enfrentando ursos, leões para proteger-lhes a vida.
E quanto ao rei Saul?
Samuel ungiu a Davi como rei e o Espírito do Senhor se apoderou de Davi, mas quanto a Saul, a Bíblia fala em I Samuel 16:14:  “E o Espírito do Senhor se retirou de Saul, e atormentava-o um espírito mau da parte do Senhor.
Por causa deste espírito mau de angústia, de inveja, solidão, culpa, pela falta de paz que Saul tinha com Deus, ele vivia atormentado.
Quantos desprezam a salvação e por isso vivem atormentados como Saul, indo de um lado para outro?
Os criados de Saul disseram: I Sm 16:16 - “Diga, pois, nosso senhor a seus servos, que estão na tua presença, que busquem um homem que saiba tocar harpa, e será que, quando o espírito mau da parte de Deus vier sobre ti, então ele tocará com a sua mão, e te acharás melhor”.
E Saul mandou que buscassem um homem que tocasse bem.

COMO ERA O JOVEM DAVI - HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS

Um dos moços de Saul lhe disse: I Samuel 16:18- “… Eis que tenho visto a um filho de Jessé, o belemita, que sabe tocar e é valente e animoso, e homem de guerra, e sisudo em palavras, e de gentil presença; o Senhor é com ele”.

DEUS VIU O SEU INTERIOR E SUAS ATITUDES:

1 – Sabe tocar bem – Não era vaidoso, não tocava para aparecer, para competir com outros, imitar o mundo, mas tocava em adoração ao Senhor. Quando ele pegava o instrumento, testemunhava, através das palavras do louvor e da melodia, o amor, a gratidão, que sentia e cantava a grandeza do nosso Deus.
2- É valente (Que tem valor e coragem; bravo, corajoso, valoroso, decidido, destemido, resoluto, ousado)-
  • Lutou contra o urso (representa o falso irmão, falso amigo) – o urso gosta de lugares frios. Assim acontece com muitos irmãos e amigos dos servos do Senhor, que gostam, com as suas atitudes, palavras, de levá-lo para lugares frios que representam a falta do fogo do Espírito Santo.
  • Lutou com o leão – O inimigo mentiroso, que oferece muitas coisas prazerosas, mas a Palavra fala que ele anda rugindo ao nosso de redor querendo devorar a nossa vida. Davi tirou a ovelha da boca do leão. E nós precisamos, muitas vezes ajudar os nossos irmãos, colegas, tirando-os da boca do leão, aconselhando-os, levando-os para os caminhos do Senhor.

3 – Animoso (Cheio de ânimo; corajoso, forte, valoroso) – Tem ânimo para ler a Bíblia, para escutar a palavra, para escutar o bom conselho, obedecer, para estar na igreja, integrado no corpo.
4 – Homem de guerra – Decidiu enfrentar Golias com uma funda e cinco pedras. Aos olhos dos homens Davi estava derrotado. Mas essas armas eram poderosas. Ele enfrentou Golias porque amava o Deus dos Exércitos de Israel e cria nele. E além do mais, não aceitou a afronta que Golias fez: I Samuel 17: 26 “…Quem é, pois, este incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?” Vamos falar com mais detalhes desta luta na terceira aula.
5 – Sisudo em palavras (Que tem juízo; sensato; sério; prudente) - Não se engrandecia: Eu sou o melhor instrumentista, sou o melhor nisto e naquilo. Não falava a seu favor. Quem falava por ele eram os que viam o seu testemunho, como o servo de Saul falou.
6 – Gentil presença – Uma pessoa de gentil presença é amável, agradável, educado. Quando chega ao grupo de amigos, na escola, em casa, etc., as pessoas se sentem bem, porque ela não é fofoqueira, não arruma confusão com os outros, não é debochada, indisciplinada.
7 – O Senhor é com ele - Se o Espírito de Deus está conosco, geramos frutos do espírito, somos servos, isso basta. Os ídolos do mundo não têm lugar na nossa vida.

            Quando o Senhor ungiu a Davi, o Espírito do Senhor se apoderou dele e Davi enfrentou muitas guerras, mas vencia porque o Senhor era com ele.
Hoje o Senhor nos ensina com esta lição para aprendermos a deixar refletir as qualidades que o Espírito Santo nos dá. Onde estivermos devemos nos lembrar que carregamos no nosso interior:
  • Saber louvar ao Senhor – tocando ou cantando, ou agradecendo por tudo que temos;
  • Ser valente – lutar contra os falsos amigos que nos apresentam coisas para nos contaminar com o mundo. O valente, quando erra, sabe reconhecer os seus erros e procura acertar;
  • Animoso – não ser preguiçoso pra orar, pra estudar, …
  • Homem de guerra – porque luta contra a carne que são os desejos do coração que não são do Senhor, que trazem a teimosia com os pais, que torna a pessoa indisciplinada, insensível.
  • Sisudo em palavras – não usar a boca para ofender, humilhar as pessoas e nem para se fazer melhor do que os outros.
  • Gentil presença – é uma pessoa agradável e quando erra, sabe pedir perdão, sabe respeitar os outros e tem o respeito de todos.

Na próxima aula nós vamos aprender como Davi venceu o gigante Golias e que armas ele usou para derrotá-lo de dia, à tarde, ao anoitecer.

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Slides para a aula de Santificação

APSJ,
Irmãs (o) segue uma sugestão de Slides para a aula de domingo, enviada pela Tia Jady, do bloguinho Cristo é a Rosa mais Bela .



































Aula Santificação: As raposas e as raposinhas que fazem mal à vinha



APSJ,
Segue o Estudo para a aula do próximo domingo.


1ª. AULA
TEMA: SANTIFICÃO
ASSUNTO: As raposas e as raposinhas que fazem mal à vinha
TEXTO: Cantares 2:15 I Reis 21:21
Data: 10/06/2012
INTRODUÇÃO
            O nosso assunto para as aulas de junho e julho é sobre a SANTIFICAÇÃO quanto ao afastamento da Idolatria. Nós vamos aprender o que a Bíblia fala sobre a idolatria e sobre o que são os ídolos e também sobre  como Deus vê a idolatria e como nos afastarmos dela usando as armas espirituais.
            Nesta primeira aula vamos aprender sobre a vinha, as raposas e as raposinhas.
DESENVOLVIMENTO

            No livro de Cantares de Salomão 2:15 há um texto que fala: “Apanhai-me as raposas, as raposinhas, que fazem mal às vinhas, porque as nossas vinhas estão em flor.”.
            O Senhor quer nos ensinar uma grande lição dentro desse texto.
O que são as vinhas? São plantações de uva e tinham uma grande importância para o povo de Israel, pois muitas famílias dependiam delas para sobreviver. Era tão importante que Deus orientou que ela não fosse vendida definitivamente a outras pessoas, mas que seria deixada como herança de pai para filho por muitas gerações. Quando um pai possuía uma vinha, envolvia toda a sua família no trabalho de seu cultivo. Jesus falou isso em uma de suas parábolas (Mateus 21:28-29).
Aqueles que possuíam uma vinha precisavam ter muito zelo por ela, pois inimigos apareciam querendo destruí-la. Podemos citar alguns exemplos:
1 - O REI ACABE COBIÇOU A VINHA DE NABOTE.
O livro de I Reis 21:2 mostra como o rei Acabe cobiçou a vinha de Nabote para destruí-la.
A vinha de Nabote ficava perto de seu palácio e Acabe queria destruí-la para fazer, no lugar dela, uma horta. “Então Acabe falou a Nabote, dizendo: Dá-me a tua vinha, para que me sirva de horta, pois está vizinha ao lado da minha casa; e te darei por ela outra vinha melhor; ou, se for do teu agrado, dar-te-ei o seu valor em dinheiro”.
Nabote não entregou a sua vinha e, por isso, ele foi apedrejado injustamente. Ele morreu, mas não entregou a vinha que era herança de seu pai.
Acabe – tipo do inimigo
Vinha – figura da igreja do Senhor Jesus.
Nabote – tipo de Jesus, na condição do herdeiro fiel, que entregou a sua vida na cruz, mas não deixou a herança que Deus, o seu Pai, lhe deu, que é a sua igreja. Nós somos também herdeiros juntamente com Ele e por isso não entregamos essa herança, a vinha, para o usurpador, que é o adversário.
2 – A RAPOSA E AS RAPOSINHAS
A raposa é um animal que parece frágil, mas quando entra na vinha destrói os frutos. Nós já sabemos que a vinha é a igreja do Senhor Jesus e se nós deixarmos a raposa entrar no nosso coração, vai destruir as flores e não nascerão os frutos.
2.a – A RAPOSA – o pecado da desobediência, a idolatria.
      Idolatria – é a rebeldia contra Deus e isso se manifesta na adoração aos ídolos.
      Ídolos – é tudo aquilo que colocamos no lugar de Deus.
      Exemplos: Deixarmos de orar, de ir aos cultos, de amar nosso irmão, perder o desejo de cantar adorando ao Senhor porque há o computador, a internet, videogame, filmes, etc., que tomam todo o nosso tempo e não sobra tempo para o Senhor. É dar mais valor ao que é material do que ao que é espiritual.
2.b – AS FLORES – Batismo com o Espírito Santo e dons espirituais (Deus fala através dos dons espirituais).
Os frutos:
- O fruto do Espírito (que é mudança de vida): “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança”. Gálatas 5:22.
- a igreja crescendo,
- vidas sendo salvas.
2.c – A RAPOSINHA – olhando para ela nós a vemos como um animalzinho tão bonitinho, frágil, não faz mal algum, mas raposinhas eram piores que a raposa, porque comiam as flores. E comendo as flores impediam até dos frutos nascerem. Imaginem uma vinha sem flores e frutos! Fala de sentimentos, pensamentos que são ocultos, atitudes que, se deixarmos entrar na nossa vida, nos destroem, então perdemos a bênção do Senhor, que é a salvação, e perdendo a salvação já não temos direito à vida eterna com Jesus.
            O que são as raposinhas: Inveja, mentira, rancor, comentários sobre os irmãos, pensamentos que vêm ao nosso coração e que para realizá-los, acabamos por desobedecer aos pais. Isto são obras da carne, do nosso eu.
CONCLUSÃO
O adversário não dá folga ao que está com a herança. Acabe queria a vinha para construir uma horta. Horta é uma plantação frágil e não é permanente. A chuva forte vem e acaba com ela rapidamente. A vinha é permanente. Mas, na verdade, Acabe queria era acabar com o vinho, tirar a alegria de Nabote.
O adversário não está satisfeito com o servo. Queria pagar qualquer valor pela vinha.   Assim falou o inimigo com Jesus no deserto (Mt. 4:9): “Tudo isto te darei, se prostrado me adorares”. Mas a vinha não tem peço. Nós não podemos trocar a herança pelos ídolos deste mundo.
            Para termos vitórias não podemos conservar a raposa e as raposinhas perto de nós, mas devemos expulsá-las para longe de nós. A expressão: “Apanhai-me…” significa expulsar as raposas e raposinhas, porque causam dano à vinha, que é a igreja. Ct 2:15.
            E só na oração, na vigilância e usando outras armas poderosas é que as expulsamos para longe de nós.
            Na semana que vem vamos saber, através de um episódio que aconteceu na vida de Davi, como vencer as raposinhas que estão cercando a vinha (as crianças, intermediários e adolescentes, que são igreja do Senhor Jesus) na escola, ou através do uso incontrolável da televisão, internet, etc.
  PERGUNTAS PARA CRIANÇAS E INTERMEDIÁRIOS
            -  O que o rei Acabe queria muito e que pertencia a Nabote?
            Resposta: A sua vinha  de Nabote.
PERGUNTA PARA OS ADOLESCENTES
Em cantares 2:15 são mencionados dois animais da mesma espécie que fazem muito mal à vinha. Quais são esses animais e o que eles fazem de tão mal à vinha?
Resposta: A raposa e a raposinha. A raposa come os frutos e a raposinha come as flores impedindo de nascerem os frutos.
            “Apanhai-me…” significa expulsar as raposas e raposinhas, porque causam dano à vinha, que é a igreja. Ct 2:15.